Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Raimundo Colombo (PSD), governador do Estado é investigado

A decisão do ministro Teori Zavascki (Foto), do Supremo Tribunal Federal, relator da Lava Jato na corte suprema, de determinar uma investigação preliminar sobre a lista de pagamentos de propina da Odebrecht envolve, de alguma maneira, seis catarinenses.
Raimundo Colombo (PSD), governador do Estado, Cesar Souza Jr. (PSD), prefeito da Capital, Antonio Ceron, ex-deputado e presidente em exercício do PSD, Carlito Merss (PT), ex-deputado e ex-prefeito de Joinville, Jaison Cardoso (PSDB), prefeito de Imbituba, e Roberto Carlos de Sousa (PSDB), o Bob Carlos, prefeito de Navegantes.

Eles aparecem nas planilhas apreendidas na 23ª fase da operação que apura desvio de dinheiro da Petrobras. Os documentos estavam na casa de Benedicto Barbosa Silva Júnior, executivo da Odebrecht Infraestrutura. A lista tem mais de 200 nomes de políticos ao lado de valores.

Após a investigação preliminar, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá pedir a abertura de inquérito contra os citados na relação com os supostos repasses. Ou seja, decidirá se oferecerá, ou não, denúncia contra os citados.

Posts Relacionados

Banco BV leva educação financeira ao Instituto Adria Santos

Rota aérea Florianópolis-Lisboa abre caminho para novo hub de cargas no sul do Brasil

Grupo Koch estima crescimento de 37% na venda de vinhos e espumantes nas lojas da rede

K-Platz Hotel completa três anos de operação com resultados expressivos

Cursos técnicos do SENAI de Brusque estão com matrículas abertas para o segundo semestre

MPF abre seleção para estágio de graduação e pós-graduação em Florianópolis e mais nove cidades de SC

Aprovação de Projeto de Lei beneficia instituições de saúde catarinenses hospitais públicos municipais e filantrópicos

A valorização da história e das potencialidades da mulher negra

Costão comemora resultado do primeiro semestre de 2024

Geólogos de SC orientam desocupações no Vale dos Vinhedos após inundações no RS